Fortemente influenciado pelo espanhol, por força da colonização espanhola, e com influência mais reservada do guarani e de outras línguas indígenas, possui grande diferença em relação ao português, o que causa, às vezes, dificuldade de compreensão do diálogo informal entre dois gaúchos por parte de pessoas de outras regiões brasileiras, muito embora eles se façam entender perfeitamente quando falam com brasileiros de outras regiões.

Na fronteira com o Uruguai e Argentina a influência castelhana se acentua, enquanto que regiões colonizadas por alemães e italianos mantém as respectivas influências. Veja abaixo algumas delas:

Tô PeladoEx: Não vou sair, tô pelado.

GarrãoEx: Meu garrão tá machucado.

Larguei de MãoEx: Larguei de mão aquela guria.

Camaçada de pau/tunda de laçoEx: Tomei uma camaçada de pau/tunda de laço da minha mãe.

PiorEx: — Aquele guri é chato. 
— Bah, pior!

Sossega o FaçoEx: Ele não sossega o facho um segundo.

BahEx: Bah, que legal! 
Bah, sério?! 
Bah, não acredito!

Me Caiu Os Butiá do BolsoEx: Não necessita de exemplo.

ArriarEx: Ele é muito arriado!

TriEx: Esse jogo é Tri legal!!

PiáEx: Em algumas regiões pode se referir a um guri mais novo e usa-se também o aumentativo, “piazão”. 
- Aquele guri é tri piá.

PilaEx: Usa-se sempre no singular. 
- Tenho 2 pila!

JaguaraEx: Mas sai daí, jaguara!

RanchoEx: Vou lá fazer o meu rancho!!

BorrachoEx: Ele tá borracho!

TchêEx: Como tu tá, tchê?!

BaitaEx: Que baita de um problema tu arranjaste?!

CuscoEx: Tenho um cusco.

Citei alguns dialetos, gírias, palavras, diante de várias existentes no vocabulário gaúcho. Tem algum que o significado na tua região é diferente? Quer compartilhar mais deste gauchês? Tem dúvida sobre algo que escutou no território gaúcho? É só deixar teu comentário!