Quando você entra na casa de alguém, logo repara que a decoração varia de acordo com a personalidade da pessoa. Quadros, vasos, tapetes, disposição dos móveis e objetos regionais são presença marcante nos lares das mais diferentes culturas do país.

No Rio Grande do Sul não é diferente: você encontrará utensílios e coisas específicas que só quem é gaúcho pode entender a importância de cada detalhe.

Abaixo listamos algumas das principais novidades que você encontrará ao visitar a casa de um gaúcho. Confira:

Kit completo para chimarrão

É até uma ofensa perguntar para o gaúcho se ele tem “mate”. Em um universo paralelo talvez exista algum tradicionalista do Rio Grande do Sul que não tenha algum utensílio para servir chimarrão.

Mas, como estamos falando de um povo que honra sua cultura, então pode pedir o “chimas” que você acertará na mosca. Cuia, bomba e erva são quase elementos integrados à mobília gaúcha.

Então, não esqueça: visitando um gaúcho, é hora do mate!

Objetos que representam a cultura gaúcha

É fato: a casa de um gaúcho terá várias menções ao Rio Grande do Sul. Sejam quadros, objetos de decoração ou até nos próprios móveis, tudo remeterá à terra que tanto orgulha o povo sulista.

Repare: não só a bandeira e as cores estarão presentes, como outras indicações de que quem mora ali é gaúcho nato, tchê!

Entre as peças estão facões, chicotes, elementos de montaria, uma sanfona, entre tantos outros objetos que podem ser encontrados em outros lugares, mas estarão juntos na casa do gaúcho.

Menções a times locais

Um aspecto interessante da cultura gaúcha é a valorização dos clubes de futebol do estado. Seja o Internacional, o Grêmio, o Juventude, o Caxias, o Brasil de Pelotas ou qualquer outro, pode ter certeza: você quase não verá torcedores de times que não são do Rio Grande do Sul.

E, na casa de cada um, você encontrará pôster daquele título heroico, a caneca com o símbolo do clube ou aquela cutucada no rival que torna esta prática esportiva tão saudável e animadora.

E, claro, uma churrasqueira

Você pode não encontrar o banheiro na casa do gaúcho. Pode até ter que dormir na sala, por falta de quartos. A cozinha e a lavanderia podem ser o mesmo espaço. Talvez você até se depare com um terreno baldio e uma barraca estendida. Mas, não tenha dúvida: haverá uma (ou mais) churrasqueira na casa do gaúcho.

Esse é um elemento básico de qualquer morador do Rio Grande do Sul. Assar uma carne e “lagartear” na sequência é uma tradição incorporada na alma gauchesca. Caso você não encontre uma churrasqueira na casa do gaúcho, olhe mais atentamente: talvez ela seja feita no chão, de tijolos, ou em qualquer outra parte da casa. O fato é que ela estará lá.

Você também encontra… conforto

Tradicionalistas e amantes de aspectos culturais próprios, os gaúchos são um povo muito receptivo.

Então, além de todas as variedades que você só encontra no Rio Grande do Sul, o seu anfitrião o tratará com respeito, marca dos gaúchos e te fará se sentir em casa. Só fica uma dica: se for assistir um Grenal, certifique-se de torcer para o time da casa.